Pages - Menu

19 de jan de 2012

A internet sob censura?

SOPA e PIPA, duas siglas que têm causado grande inquietação entre os maiores sites da Web. Tratam-se de dois projetos de lei, o "Stop Online Piracy Act" (pare com a pirataria on-line), e "Protect IP Act" (ato para proteção do IP), são projetos que estão no Congresso dos Estados Unidos e ambos tem como objetivo combater a pirataria na internet. O SOPA está sob avaliação da comissão da Câmara, mas a votação do PIPA já está prevista para o dia 24 de Janeiro.

Do que se trata?
A questão é que esses projetos de lei basicamente tem a proposta de expandir os recursos legais para que as grandes empresas que possuem direitos autorais possam dar um fim no tráfico on-line de informações pirateadas. Ou seja, caso o projeto seja aprovado, as empresas detentoras de direitos autorais terão o direito de bloquear o conteúdo da web, isso vai fazer com que a internet de hoje em dia que permeia entre a informação e conteúdo livre, esteja sob ameaça.

Opa! Pera aí!
É claro que o projeto desencadeou uma situação preocupante entre as grandes empresas que possuem sites de conteúdo livre e isso resultou em um grande protesto envolvendo gigantes da web como Google, Wikipedia, Facebook, Mozilla, AOL, LinkedIn, Twitter, entre outros...
Essas companhias acusam que o projeto estaria censurando a internet e reprimindo a liberdade de expressão.

Quem gostou da ideia?
Os projetos possuem o apoio das emissoras de TV, gravadoras musicais, editoras e estúdios de cinema, que devido ao conteúdo livre da internet, sofrem as consequências da distribuição gratuita de músicas, filmes, livros digitais e etc...

A resistência
No dia 18 de Janeiro houve uma mobilização conjunta entre os sites que apóiam o protesto contra o projeto de lei, o site da Wikipedia ficou o dia todo fora do ar e o Google e Facebook publicaram mensagens de protesto contra a lei, o Google em inglês fez um convite aos cidadãos americanos para participarem de um abaixo-assinado contra o projeto e exibiu uma tarja preta sobre o logotipo, já o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg postou a mensagem: "A internet é a ferramenta mais poderosa que temos para criar um mundo mais aberto e conectado. Não podemos deixar que as leis pouco pensadas fiquem no caminho do desenvolvimento da internet. Facebook se opõe ao SOPA e ao PIPA e continuaremos a nos opor a todas as leis que irão prejudicar a internet."
Além desses gigantes, os sites Craiglist, Mozilla Firefox, WordPress e Twitpic também publicaram mensagens de protesto em suas páginais iniciais.



E o Brasil com isso?
Essa lei de certa forma mudaria a internet no mundo todo, e as manifestações também chegaram ao Brasil. Sites nacionais como o Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) e do cantor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil também exibiram mensagens de protesto.

E no que deu?
Após a repercussão toda do caso, alguns parlamentares resolveram retirar o apoio a tais propostas, o resultado do abaixo-assinado incentivado pelo Google rendeu a adesão de 4,5 milhões de pessoas, segundo o Los Angeles Times. De acordo com a Casa Branca, o site "We the People" registrou mais 103.785 assinaturas pedindo que o presidente Obama "proteja a internet e a mantenha aberta e inovadora".

Pois bem, esses projetos que envolvem censura são realmente complicados, se a lei for aprovada sem dúvia todos serão prejudicados, não apenas para nós que trabalhamos com Design e estamos sempre acessando sites americanos nas nossas pesquisas e coisas do tipo, mas também para usuários que fazem muitos downloads dos mais diversos tipos de arquivos, além da intimidação sobre a liberdade de expressão em relação as redes sociais e etc...

É uma briga complexa, pois tem "peixes grandes" dos dois lados da arena, no entanto torcemos para que isso não aconteça e que a liberdade e a dinâmica da internet permaneça.

Segue abaixo um Gif muito bem humorado sobre o assunto, feito pelo site americano theoatmeal.com e traduzido pelo site de humor Nãointendo



Nenhum comentário:

Postar um comentário