Pages - Menu

22 de jun de 2010

A chegada do Inverno



O tempo fica mais fresco e por veses cinzento, é o Inverno. Por esta altura a natureza muda de figura.




Das quatro estações, talvez o Inverno seja a mais cantada e falada em versos e prosas... Há algo diferente no ar...
Com dias mais curtos, noites mais longas, o inverno por ser a estação mais fria do ano, faz com que nesse período a natureza revista-se de um novo cenário. Um cenário próprio para a semeadura. E ali, procuraremos, como semeadores das palavras que somos,
escolher os melhores grãos para serem cultivados por almas, por corações sedentos por palavras de conforto e coisas do tipo.
É a época de pensar em nossos objetivos para o novo ciclo a ser apresentado, conforme a experiência adquirida.

Com luzes nos mais variados tons produzidas pelo Sol, em nuances especiais, ele é criado para estimular
aos poetas a escrever poesias belíssimas para seus leitores.
Realmente há um 'quê' de encanto com a chegada do frio. O céu fica mais bonito, mais azul. Porém existe uma neblina fria pela manhã,
antes do sol sair, deixando o início do dia mais misterioso. Seus crepúsculos róseos se tornam um convite para a inspiração e liberação de emoções.

No Inverno as pessoas usam roupas mais elegantes e consequentemente tornam-se mais belas, dando um toque a mais na atmosfera sutill do frio e
trazendo consigo uma busca maior pelo afeto.
O Inverno chegou, e com uma estação tão agradável tomando posse do nosso clima, nos vemos imersos em um ambiente propício para organizar nossos pensamentos,
praticar nossos planos e determinar nossas metas e objetivos pessoais e profissionais.

Um ótimo Inverno para todos.

Um comentário:

  1. Uau, que inspirado... Adoro o friozinho a contar de Maio. E quando começo a cansar dele, vem a primavera... Isso tudo me lembra um poema de Drummond - Tardes de Maio:
    "...Eu nada te peço a ti, tarde de maio,
    senão que continues, no tempo e fora dele, irreversível,
    sinal de derrota que se vai consumindo a ponto de
    converter-se em sinal de beleza no rosto de alguém
    que, precisamente, volve o rosto e
    passa..." adorável como o post do Robson.

    ResponderExcluir